grupo EDP
Os nossos princípios

As soluções energéticas adequadas aos diferentes mercados em que a EDP atua implicam resposta simultânea a um conjunto de desafios:

  • Liberalização dos mercados no contexto de economias cada vez mais globalizadas, competitivas e reguladas;
  • Crescente procura de energia a nível mundial e consequente necessidade de gestão otimizada de recursos e da inovação;
  • Maior exigência da sociedade, quanto à gestão social e ambiental;
  • Necessidade de redução da pegada ecológica da atividade e de cooperação no combate às alterações climáticas e à perda da biodiversidade no planeta;
  • Necessidade do reforço da confiança das diferentes partes interessadas nos sistemas de governo das empresas.

Para responder a estes desafios na sua atividade, a EDP assume um conjunto de princípios de desenvolvimento sustentável, em diferentes domínios:

1. Valor económico e social

  • Criar, de forma continuada, valor para os acionistas. 
  • Aumentar a eficiência na utilização dos recursos e reduzir a exposição ao risco.
  • Contribuir para a melhoria da competitividade, nomeadamente através da prestação de serviços de excelência e da antecipação das expectativas e necessidades dos Clientes.
  • Integrar os aspetos ambientais e sociais nos processos de planeamento e tomada de decisão.
  • Contribuir para a melhoria da qualidade de vida das populações.

2. Ecoeficiência e proteção ambiental

  • Promover a utilização das fontes de energia renováveis e de tecnologias energéticas mais limpas e eficientes.
  • Promover a melhoria da eficiência energética no consumo.
  • Gerir os impactes das atividades, na procura de um balanço ambiental positivo.
  • Contribuir ativamente para a preservação do ambiente e da biodiversidade.
  • Promover a melhoria das práticas de gestão ambiental na cadeia de valor. 

3. Inovação

  • Promover a inovação e a criatividade, na procura de novas oportunidades de mercado e na melhoria dos processos. 
  • Promover práticas colaborativas em todas as fases de conceção, produção e entrega de serviços. 
  • Promover a investigação e o desenvolvimento tecnológico e a gestão do conhecimento, no domínio da energia. 

4. Integridade e boa governação

  • Cumprir a legislação e os padrões éticos e deontológicos estabelecidos.
  • Respeitar e promover o respeito pelos direitos humanos, na nossa esfera de influência.
  • Assegurar uma governação dos negócios, participativa, competente e íntegra.

5. Transparência e diálogo

  • Garantir um relacionamento aberto e de confiança com todas as partes interessadas.
  • Promover canais de consulta e comunicação com as partes interessadas e tomar em consideração os seus contributos e expectativas.
  • Relatar de forma transparente e objetiva o desempenho económico, ambiental e social.

6. Capital humano e diversidade

  • Promover a integridade, o rigor, a responsabilidade individual e o trabalho em equipa, favorecendo a diversidade.
  • Promover o desenvolvimento das competências dos colaboradores e reconhecer a excelência e o mérito.
  • Melhorar as condições de saúde, segurança e bem-estar dos colaboradores.
  • Rejeitar práticas abusivas e discriminatórias, garantindo a igualdade de oportunidades.
  • Promover a satisfação e a motivação dos colaboradores.

7. Acesso à energia

  • Promover o acesso à energia, de forma fiável, segura e com qualidade.
  • Adaptar as políticas comerciais às especificidades de natureza social do mercado.
  • Garantir a equidade no acesso à energia e aos sistemas energéticos.

8. Desenvolvimento social e cidadania

  • Promover a inovação social, maximizando o impacto social positivo da atividade.
  • Apoiar iniciativas sociais e culturais, com base em critérios transparentes de avaliação do retorno social dos recursos investidos.
  • Cooperar no desenvolvimento sustentável das sociedades.