EDP associa-se à campanha Apoiar Moçambique

grupo edp

EDP associa-se à campanha Apoiar Moçambique

Saiba mais sobre esta iniciativa de apoio ao país, devastado pelo ciclone Idai.

O ciclone Idai atingiu Moçambique e algumas zonas do Zimbabwe e Malawi, nos dias 14 e 15 de março de 2019. Centenas de mortos, construções destruídas e território devastado são as marcas deixadas por esta catástrofe natural, que afetou, sobretudo, Moçambique.

Apoiar Moçambique

A EDP associou-se a uma iniciativa promovida pela SIC Esperança,  à qual se juntaram também outras empresas de diferentes sectores, com o objetivo de obter recursos para a Associação Portuguesa de Apoio a África (APOIAR), uma ONG portuguesa que promove projetos de desenvolvimento nas áreas da Nutrição, Saúde e Educação e Formação em África.

recolha de bens

Mochilas de esperança

No âmbito desta campanha, os colaboradores EDP, de norte a sul do país, foram envolvidos numa recolha de bens e na preparação de mochilas de esperança com bens de primeira necessidade, identificados pela APOIAR no terreno, e que serão distribuídos a famílias afetadas da região do Dondo a cerca de 34km da Beira.

Mochilas de esperança

A recolha decorre em 30 instalações da EDP e as mochilas serão enviadas num contentor para Moçambique, numa altura em que o foco mediático será menor e a ajuda será fundamental.

Apoio técnico da EDP Distribuição

No dia 21 de março, partiram para Moçambique, numa missão coordenada pelo Governo Português, dois colaboradores da EDP Distribuição, a empresa de gestão da rede de distribuição de eletricidade em Portugal.

O Carlos Santos e o Vasco Moreira participaram no levantamento dos danos causados às redes de distribuição de energia em Moçambique, apoiando a recolha de informação que vai permitir uma ação operacional mais estruturada e eficaz no terreno.

A EDP disponibilizou, também, 15 geradores até 100KVA.

Apoio técnico da EDP Distribuição em Moçambique

Acesso à Energia em Moçambique

O acesso à energia é vital para o desenvolvimento social, prosperidade económica e sustentabilidade ambiental. A ausência de serviços de energia fiáveis dificulta a prestação de serviços básicos e limita as atividades geradoras de rendimento.

Instalação de sistemas solares em comunidades rurais

A Solarworks, empresa participada pelo Grupo EDP, em parceria com o Programa Acesso à Energia da EDP, desenvolveu um mecanismo de resposta de emergência à crise humanitária na Beira, em Moçambique.

Com a ajuda de ONG locais, foi feito um levantamento de necessidades para definir os locais mais adequados para a distribuição e instalação de sistemas solares nas comunidades rurais, para providenciar iluminação e outros serviços de energia.

A ação conjunta de apoio às vítimas centrar-se-á no distrito de Nhamatanda, onde a SolarWorks tem o seu escritório. Neste distrito, um dos mais fustigados pelo ciclone, vivem 60.000 famílias, cerca de 320.000 pessoas. Serão instalados cerca de 125 sistemas SHS (Solar Home Systems) em praticamente todos os edifícios a funcionar neste distrito como abrigos, centros de acolhimento e centros de saúde.

Fundo Acesso à Energia em Moçambique

Paralelamente, no âmbito do programa do Fundo Acesso à Energia que visa aliviar a pobreza energética promovendo projetos de energia limpa e sustentável nos países em desenvolvimento, a EDP está a apoiar dois projetos em Moçambique, da Girl MOVE e do UN-Habitat, que irão beneficiar as suas comunidades.
 

saiba mais

Projetos de Acesso à Energia

A edição de 2018-2019 do Fundo de Acesso à Energia apoia projetos de acesso à energia no Quénia, no Malaui, em Moçambique e na Tanzânia. Conheça estes projetos.

Projetos A2E