Inovgrid

inovação na EDP

Inovgrid

As redes inteligentes são redes elétricas bidirecionais, que recorrem a tecnologia digital, para suportar a sua gestão e operação. Designam-se 'inteligentes' porque oferecem soluções inovadoras para a resolução de problemas tradicionais nas redes elétricas. Um sistema de rede inteligente permite, por exemplo, detetar avarias, gerir a potência de energia distribuída ou diminuir o tempo de interrupção do serviço, remotamente e em tempo quase real.

Sabe o que são redes elétricas bidireccionais?

As redes elétricas “convencionais” têm tipicamente grandes centros produtores que geram energia elétrica que fluí até aos consumidores que estão ligados a níveis de tensão mais baixos. Esta configuração cria um fluxo unidirecional de energia que vai dos grandes centros produtores até aos consumidores finais. Num contexto em que se descentraliza a produção de energia (por via da massificação das energias renováveis) onde, inclusive o consumidor final em Baixa tensão pode produzir a sua energia eléctrica (utilizando por ex. painéis fotovoltaicos), cria-se um cenário em que a energia pode fluir de Alta para Baixa tensão e vice-versa. Temos assim redes elétricas bidirecionais, ou seja em que a energia flui em duas direcções. Esta distinção provêm, não de restrições elétricas, mas de uma alteração da configuração da rede elétrica com a incorporação de novos equipamentos que propiciam esta “nova” utilização da rede.

Os projetos Inovgrid

A crescente necessidade de otimização energética e de novos modelos de gestão de energia, mais eficientes e fiáveis no seu fornecimento, está a mudar a forma como os clientes interagem com as redes elétricas. Em resposta a esta nova era da energia, a EDP iniciou, em 2007, o desenvolvimento de um projeto pioneiro e ambicioso que é um caso de estudo na Europa: o InovGrid. Através da introdução de equipamentos inovadores, o InovGrid permitiu desenvolver novos conceitos:

Microprodução

Possibilita a maximização da produção de energia e a otimização dos sistemas públicos de iluminação e abastecimento, uma vez que o consumidor de torna também produtor e vendedor de energia.

Telegestão 

Um conceito inovador que permite monitorizar à distância o consumo de energia em sua casa e, consequentemente, geri-la mais eficazmente.
Inovcity
Na prática, a inovação tecnológica representada pelo InovGrid tem sido implementada através do InovCity, projeto que permitiu à EDP introduzir em Portugal, em Espanha e no Brasil o conceito de cidades inteligentes' (smart city). A experiência de sucesso começou em Évora e já se estende a outras localidades portuguesas como Guimarães, Lamego e Marinha Grande. Está também a ser implementada na cidade de Pola del Sierro, Astúrias, Espanha e no município de Aparecida, no Estado de São Paulo e em Domingos Martins e Marechal Floriano, no Estado do Espírito Santo, no Brasil.
Évora foi a primeira cidade a usufruir de um sistema elétrico integrado e inteligente em Portugal. A experiência abrangeu 54 mil habitantes e foram instalados 340 controladores de postos de transformação e mais de 30 mil contadores inteligentes.