Biodiversidade

dimensão ambiental

Biodiversidade

Aplicamos às nossas atividades a hierarquia de mitigação, procurando um balanço global positivo dos impactes na biodiversidade

A natureza é a principal fonte de recursos para a vida humana. O modelo de crescimento económico atual é o principal responsável pela perda acelerada de biodiversidade que se tem verificado. Os cientistas estimam que estamos a perder espécies a velocidades 1.000 a 10.000 vezes superiores às taxas normais e que 60% dos serviços prestados pelos ecossistemas ao Homem estão degradados ou são usados de forma insustentável.

Abordagem à biodiversidade

Na combinação dos compromissos assumidos, estabelecemos uma meta no net loss de todos os novos projetos com impactes residuais significativos, até 2030. Para tal, adotamos uma hierarquia de mitigação, conforme o esquema seguinte.

Esta abordagem aplica-se a todas as atividades de produção e transporte, contudo não se sobrepõe à abordagem ou regulação aplicáveis nacionalmente.

A hierarquia de mitigação

Abordagem sequencial de medidas para proteger a biodiversidade, em sede de planeamento e construção de novos projetos, isto é, mitigar o impacte reduzindo-o ao ponto de não haver efeitos adversos, alcançando no mínimo um nível no net loss. Seguindo a hierarquia de mitigação, a EDP:

i - Evita: São identificadas as situações onde se consegue evitar impactes, logo em fase de planeamento e projeto, através de uma cautelosa seleção do local ou momento de implantação dos elementos de infraestrutura.
ii - Minimiza: Após levantamento da situação de referência do estado da biodiversidade local, são adotadas medidas que visam reduzir a duração, intensidade e/ou extensão dos impactos que não podem ser completamente evitados.
iii - Restaura/Reabilita: Após a fase de construção, são restaurados e reabilitados os ecossistemas afetados, nomeadamente a renaturalização dos terrenos de estaleiros, acessos temporários, etc.
iv - Compensa: Quando as fases anteriores não foram suficientes para anular o impacte do projeto na biodiversidade local, são promovidas medidas para compensar os impactes residuais adversos significativos, procurando ganhos líquidos para a biodiversidade.

Execução

Uma meta Sem Perda Líquida (No Net Loss) requer a adoção de uma hierarquia de mitigação do impacte assente numa abordagem de gestão adaptativa e de longo prazo que incorpore sistemas de monitorização e avaliação mínimos de 10 anos, por forma a acompanhar a longevidade dos impactes e da recuperação dos habitats afetados.

Conceitos base:

Estado de referência (Baseline): uma descrição das condições existentes que proporcione um ponto de partida (por exemplo, estado de biodiversidade pré-projecto) com as quais podem ser feitas comparações (por exemplo, estado de biodiversidade pós-impacto), permitindo assim que a mudança/alteração seja quantificada. 
Sem Perda Líquida e Ganhos Líquidos (No Net Loss e Net Gain): No Net Loss (NNL) é definido como o ponto em que os impactes na biodiversidade relacionados com projeto estão equilibrados pelas medidas tomadas pela hierarquia da mitigação, isto é, o ponto em que os impactes residuais são anulados. Quando a compensação excede este ponto o termo usado é net gain.
Contra-balanços de biodiversidade (Offset): são resultados de conservação mensuráveis resultantes de ações destinadas a compensar os impactes adversos residuais significativos na biodiversidade decorrentes do desenvolvimento do projeto, após a adoção de ações apropriadas de prevenção, minimização e restauro ou reabilitação.

Partilhar conhecimento para proteger a vida na Terra

Baixo Sabor - Abordagem ecossistémica

A biodiversidade na EDP

Ver Todas
svg
Principais Riscos
svg svg
Pressão Regulatória Crescente

Reconhecimento do efeito da pressão da atividade humana sobre a biodiversidade. Maior consciência dos custos económicos que esta perda acarreta.

Governos assumem compromissos internacionais cada vez mais exigentes que visam travar ou reduzir significativamente a taxa de perda de biodiversidade, com consequente produção de nova legislação.

Reputação

Uma sociedade mais informada e consciente dos esforços necessários para o desenvolvimento sustentável que deve ser partilhado por todos.

Exigência crescente na transparência, relato e vontade de partilhar a resolução de um problema que afeta toda a humanidade.

Principais Oportunidades
svg svg
Vantagem Competitiva Futura

O reconhecimento externo do elevado desempenho da empresa facilita o acesso ao crédito e a novos mercados, com regras cada vez mais exigentes em matéria ambiental.

Redução de Custos

A antecipação dos riscos, a promoção de boas práticas e a procura de colaboração com outras entidades permitem reduzir custos operacionais e melhorar os benefícios ambientais finais, quer pelo aumento da eficiência e eficácia dos processos, quer pela redução do risco de atrasos nas obras.

O que fazemos?

Ver Todas
svg
Produção Hidroelétrica
svg svg

Promovemos medidas de mitigação para manter o equilíbrio estrutural e funcional dos ecossistemas, tirando partido das condições favoráveis para algumas espécies, criadas pela albufeira.

Como medidas compensatórias, recuperamos linhas de água degradadas e construímos pequenos açudes de estabilização de altura de água.

Nos novos projetos hidroelétricos a fragmentação de habitat é compensada com a melhoria da qualidade dos habitats vizinhos, de modo a garantir a sobrevivência local das espécies afetadas.

São exemplos de outras medidas compensatórias assegurar a desova artificial, a recuperação de linhas de água a jusante e a construção de escadas de peixes.

Produção Termoelétrica
svg svg

Reduzimos os consumos de eletricidade a partir de combustíveis fósseis, minimizando o impacte dos poluentes acidificantes e responsáveis pelas chuvas ácidas (NOₓ e SO₂).

Optamos por combustíveis com menores concentrações de enxofre e temos implementado sistemas de desnitrificação e dessulfuração.

As novas centrais têm torres de refrigeração reduzindo a água captada ao meio para refrigeração.

Produção Eólica
svg svg

Asseguramos extensas monitorizações sobre a colisão de aves e morcegos com as pás dos aerogeradores e o seu efeito cumulativo.

Limitamos os acessos indiscriminados que perturbam espécies e habitats sensíveis.

Promovemos medidas de mitigação de impactes ambientais nas diferentes fases dos projetos eólicos: projeto, construção, exploração e desativação do projeto.

Distribuição de Eletricidade
svg svg

Como medida de evitação, desviamos traçados para contornar áreas ecológicas mais sensíveis.

Colocamos dispositivos de sinalização das linhas para minimizar a colisão de aves.

Promovemos o isolamento das linhas aéreas para evitar a eletrocussão.

Asseguramos práticas sustentáveis de gestão do coberto vegetal nas faixas de proteção das linhas reduzindo/anulando impactes negativos nos habitats circundantes.

Espécies potencialmente afectadas pelas atividades EDP e medidas de minimização e/ou compensação associadas em: