edp news

CLP de Hong Kong junta-se ao Free Electrons

Terça-feira 08, Maio 2018
Companies -Edp Group

Módulo 1 desta iniciativa global de aceleração de startups arranca, hoje, na Austrália com as 15 melhores

A CLP Holdings Ltd., com base em Honk Kong, acaba de se juntar ao Free Electrons, um programa de aceleração verdadeiramente global, no campo da Energia, cujo objectivo é promover o contacto com startups que desenvolvam soluções na área da mobilidade, energia limpa e eficiência energética.


A CLP tem um portfolio bastante diversificado, e tem operações em Hong Kong, Taiwan, China continental, Austrália, Índia e Sudeste Asiático. “O programa de aceleração Free Electrons vai permitir à CLP trabalhar com alguns dos mais interessantes e dinâmicos inovadores do momento, na busca de soluções que respondam aos desafios digitais que se colocam a esta indústria no Século XXI. Estamos por isso entusiasmados, perante esta oportunidade de estabelecer parcerias com as melhores start-ups deste campo, para criar novas e radicais tecnologias e aplicações energéticas, pensadas para os consumidores, empresas, cidades e entidades públicas,” disse Austin Bryan, Director de Inovação na CLP.


Os membros actuais do Free Electrons são a American Electric Power (EUA), Ausnet Services (Australia), CLP (Hong Kong), DEWA (Dubai), EDP (Portugal), ESB (Irlanda), Innogy (Alemanha), Origin Energy (Austrália), SP Group (Singapura) e Tokyo Electric Power (Japão), com todo o programa a ter o apoio da Beta-i (Portugal).


Módulo 1 (Austrália)


No total, o programa recebeu 515 candidaturas, de 65 países diferentes, o que acaba por ser uma manifestação do alcance global desta iniciativa. Depois de um último processo de selecção, que decorreu ao longo da semana de Bootcamp, que teve lugar em Abril passado (aqui em Lisboa) foram escolhidas 15 startups para a fase de aceleração. Duas destas finalistas são portuguesas, a Jungle AI e a Loqr.


O Módulo 1 arranca hoje, e terá lugar em Sydney e Melbourne, na Austrália. O Módulo 2 terá lugar em Silicon Valley (EUA), e a etapa final do programa decorre depois em Berlim (Alemanha), em Outubro.


Estrutura do Free Electrons


Os pilares centrais do Free Electrons serão os 3 módulos internacionais, que terão lugar em diferentes países. Ao longo do programa, os participantes vão trabalhar de perto com as utilities, mentores, e outros actores locais, de forma a acelerar o crescimento dos seus negócios.


As utilities que fazem parte do Free Electrons são líderes nos seus sectores e mercados, com uma aposta estratégica na inovação. Este projecto é um testemunho do seu emprenho em trabalhar em conjunto com as startups, no sentido de trazer para o futuro do sector todo um novo paradigma assente em energias limpas, eficientes e acessíveis.


A edição de 2017 do Free Electrons gerou mais de 2 milhões de dólares de receitas, resultado dos contractos assinados entre as 12 startups que concorreram e os 8 parceiros, com um pipeline de oportunidades de negócio futuro que ultrapassa os 12 milhões de dólares.