edp news

EDP tem 45 milhões de euros para investir em startups

Segunda-Feira 05, Novembro 2018

Empresa volta a estar presente na Web Summit à procura de parceiros de negócio

A EDP está à procura de startups com ideias inovadoras, que acrescentem valor aos negócios do grupo, e tem 45 milhões de euros disponíveis para investir nos projetos mais promissores. Através da EDP Ventures, o grupo tem três fundos de investimento disponíveis: um para startups portuguesas, outro para projetos do Brasil e um terceiro global. Desde que foi criada, a EDP Ventures já investiu 27 milhões de euros em 8 geografias, tendo uma destas empresas sido descoberta na Web Summit.


dando continuidade a esta estratégia que a EDP marcará presença pela terceira vez no maior evento de empreendedorismo e inovação da Europa. Este ano, a empresa quer levar as ideias das startups para outro patamar: para alcançar o sucesso, apanhe o EDP Elevator Pitch, e, em apenas um minuto, apresente o seu projeto a um responsável da empresa. O objetivo é replicar à letra o conceito bem conhecido no panorama do empreendedorismo é discurso de elevador, em português -, em que alguém com uma ideia de negócio entra no elevador da sua empresa e lá dentro está o CEO. É uma oportunidade única para, numa conversa rápida e convincente, se poderem desencadear oportunidades de negócio. 


E porque a inovação e o investimento são as prioridades da presenç da EDP na Web Summit, os melhores pitches feitos no elevador serão convidados para o EDP Innovation Lounge, onde as startups poderão expor as suas ideias de forma mais aprofundada. As que tiverem projetos que se enquadrem com as áreas de negécio do grupo EDP podem vir a tornar-se parceiras. As áreas de foco são as energias limpas, as soluções focadas nos clientes, o armazenamento de energia, as redes inteligentes e a transformação digital.


Os números que resultaram das duas edições da Web Summit em Portugal falam por si: a EDP ouviu cerca de 400 pitches nos últimos dois anos, selecionou mais de 100 para reuniões de negócios, lançou 20 projetos-piloto com estas empresas e investiu em três startups, uma delas israelita (Aperio), com soluções de cibersegurança.