2 startups portuguesas entre as 15 finalistas do Free Electrons

notícias edp

Free Electrons 2019

2 startups portuguesas entre as 15 finalistas do Free Electrons

Segunda-feira 08, Abril 2019

Programa mundial de que a EDP é fundadora começou com um bootcamp em Dublin, onde foram escolhidas as equipas que vão fazer parte do programa e disputar a final em Lisboa.

Já estão escolhidas as 15 startups que vão participar na 3ª edição do Free Electrons 2019, o primeiro programa global que liga as mais promissoras startups a gigantes do setor de energia. Depois de analisadas 481 candidaturas, 30 foram escolhidas para um bootcamp em Dublin, na Irlanda, que se realizou na semana passada, onde as utilities puderam conhecer os vários projetos e avaliar o potencial de cada um para os seus negócios.

Em apenas três dias, estas startups tiveram de adaptar as suas apresentações às diferentes necessidades das 10 gigantes mundiais e conseguiram apresentar um projeto-piloto para desenvolverem com as utilities. Feito este trabalho, foram escolhidas as 15 que apresentaram ter soluções mais promissoras para o setor da energia.

Destas, duas das finalistas são portuguesas: a Enging, uma startup de Coimbra que monitoriza à distância os transformadores de potência das redes de distribuição de energia, através de uma tecnologia inovadora de analítica, e que recebeu recentemente um investimento de um milhão de euros da EDP Ventures; e a Save 2 Compete, que tem uma plataforma que promove a eficiência energética, a competitividade e a inovação das empresas dos setores industriais, fazendo a avaliação de edifícios e simulando quanto podem poupar se adotarem soluções mais eficientes.

Foi também selecionada a Carto, uma empresa norte-americana que desenvolveu uma plataforma de tratamento e visualização geoespacial de dados e que foi finalista do EDP Starter Acceleration Program em Espanha, no ano passado. As restantes startups são de 10 países, como Estónia, Alemanha, EUA e China e trabalham em áreas cruciais para o setor de energia, tais como armazenamento de energia, energias limpas, soluções para clientes e análise de dados.

“O nível dos participantes foi extremamente alto, o que nos dificultou bastante a missão de escolher um grupo mais reduzido para o resto do programa. Mais uma vez, optámos por escolher 15 startups e não as 12 inicialmente previstas. A nossa expectativa é agora muito alta, dada a qualidade dos finalistas, que seguramente nos permitirão realizar projetos de grande interesse para a EDP. Não queria deixar de referir que, nos 15 que não passaram, há excelentes empresas; esperamos vir a trabalhar também com elas, sentimento que sabemos ser comum a vários dos nossos parceiros do Free Electrons.”

No bootcamp de Dublin, as equipas tiveram a oportunidade de ouvir os testemunhos dos vencedores das duas edições anteriores do programa – a portuguesa BeOn Energy e a SOLshare, percebendo a importância que o Free Electrons e os projetos que desenvolveram com as utilities tiveram para escalar os seus negócios, uma vez que as empresas fundadoras do programa têm, juntas, mais de 80 milhões de clientes em cinco continentes.

Este encontro permitiu confirmar a transformação digital que está a chegar a cada vez mais indústrias, com a integração da tecnologia digital em todas as áreas de negócio, alterando a forma como as empresas operam e entregam valor aos seus clientes. O Free Electrons foi desenhado a pensar nessa revolução e as startups que se inscrevem apresentam soluções interessantes neste sentido, que ajudam a promover uma mudança cultural na forma como as grandes empresas se posicionam.

As 15 finalistas vão agora participar em três módulos internacionais, que vão servir para desenvolver e aprofundar o projeto-piloto entre as startups e as utilities - o primeiro, em Columbus, no Estado norte-americano do Ohio, em maio; o segundo em Hong Kong, na China, em junho; e o módulo final vai realizar-se pela primeira vez em Lisboa, em setembro, onde será conhecido o grande vencedor, que receberá o prémio de 200 mil dólares.

Lista das startups finalistas:

  • Akselos (Suiça)
  • Ambi Labs (Hong Kong)
  • Carto (EUA)
  • Dexma (Espanha)
  • Enging (Portugal)
  • Envelio (Alemanha)
  • Energyworx Holanda
  • Ev.energy (Reino Unido)
  • GridBeyond (Irlanda)
  • Heila (EUA)
  • Hygge Power (EUA)
  • Save 2 Compete (Portugal)
  • Solandeo (Alemanha)
  • Sensewaves (França)
  • WePower (Estónia)

Empresas participantes no Free Electrons

Os membros fundadores do Free Electrons são a Ausnet Services (Austrália), DEWA (Dubai), EDP (Portugal), ESB (Irlanda, Innogy (Alemanha), Origin Energy (Austrália), SP Group (Singapura) e Tokyo Electric Power Company (Japão). Desde a edição do ano passado que a American Electric Power (EUA) e a CLP (Hong Kong), se juntaram ao programa. O Free Electrons é apoiado pela portuguesa Beta-i.

Para mais informações, visite: www.freetheelectron.com