Free Electrons 2020 abre candidaturas para startups de energia

notícias edp

Free Electrons

Free Electrons 2020 abre candidaturas para startups de energia

Segunda-feira 25, Novembro 2019

Quarta edição do programa mundial de que a EDP é fundadora vai passar por Singapura, Sidney, São Paulo e Dubai no próximo ano, com prémio final de 200 mil dólares.

Já abriram as candidaturas para o Free Electrons 2020, o primeiro programa global que apresenta as mais promissoras startups de todo o mundo às utilities líderes do setor da energia. A final da competição realiza-se pela primeira vez no Dubai, em novembro.

Após a fase de candidaturas, que decorre até 31 de janeiro, as 30 startups selecionadas terão oportunidade de apresentar a sua ideia e de reunir com utilities internacionais num bootcamp, que decorrerá em março, em Singapura. Destas 30 equipas, apenas 15 conseguirão o passaporte para a seguinte etapa do programa.

Tal como em edições anteriores, o Free Electrons vai dividir-se em três módulos mundiais: o primeiro, em Sidney, na Austrália, em junho; o segundo, em São Paulo, no Brasil, em setembro; e o terceiro e último módulo vai realizar-se no Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, em novembro, onde será conhecido o grande vencedor, que receberá um prémio de 200 mil dólares.

Por ano, o Free Electrons tem recebido perto de 500 candidaturas de startups de todos os continentes, que se propõem a criar um projeto-piloto nas áreas da mobilidade, energias limpas, redes inteligentes, digitalização e serviços de apoio ao cliente. Nas últimas três edições, candidataram-se mais de mil startups de 65 países e foram investidos cerca de onze milhões de dólares por estas grandes companhias nas startups. Só na edição deste ano, foram criados 59 pilotos.

O Free Electrons permite a startups maduras do setor da energia terem acesso a parceiros mundiais, que podem ajudá-las a expandir-se para novos mercados. As 10 utilities do setor energético que fazem parte do programa têm, juntas, cerca de 80 milhões de clientes e estão presentes em mais de 40 países.

Empresas participantes no Free Electrons

Os membros fundadores do Free Electrons são a Ausnet Services (Austrália), DEWA (Dubai), EDP (Portugal), ESB (Irlanda, Innogy (Alemanha), Origin Energy (Austrália), SP Group (Singapura) e Tokyo Electric Power Company (Japão). Em 2018, juntaram-se ao programa a American Electric Power (EUA) e a CLP (Hong Kong). O Free Electrons é apoiado pela portuguesa Beta-i.

Para mais informações: https://freeelectrons.org/