edp news

EDP oferece energia a hotéis requisitados para apoio no combate à pandemia

Segunda-Feira 30, Março 2020
News

Duas unidades hoteleiras em Lisboa e Portimão são as primeiras entre os clientes da EDP Comercial a receber energia gratuita durante o período em que estiverem a acolher equipas de hospitais próximos.

A EDP, através da EDP Comercial, vai fornecer energia gratuita aos hotéis que sejam requisitados para prestar apoio a hospitais na atual fase de pandemia, serviço esse que será garantido enquanto se mantiver o período de requisição.

O Penina Hotel & Resort, em Portimão, e o hotel Turim Ibéria, em Lisboa, são as primeiras unidades hospitalares entre os clientes da EDP Comercial que irão receber esse fornecimento sem custo. Durante esta semana, a EDP Comercial vai ainda identificar na sua carteira de clientes outros hotéis que estejam em circunstâncias semelhantes para formalizar a não cobrança de energia.

Os dois hotéis, que estavam fechados, encontram-se na proximidade de unidades hospitalares que pediram ajuda na cedência de espaços para acolher profissionais de saúde que estão a trabalhar no combate à Covid-19. A EDP, em articulação com as respetivas empresas hoteleiras e a associação do setor, respondeu de imediato ao apelo urgente dos hospitais e assegurou que a energia fornecida aos hotéis será gratuita durante o período em que estiverem a funcionar para prestar este apoio.

Com esta iniciativa, o grupo EDP reforça assim o seu contributo para ajudar as equipas de saúde que estão no terreno a prestar assistência aos pacientes afetados pelo surto de coronavírus. Além da oferta de energia, a empresa já garantiu o fornecimento de vários equipamentos hospitalares e de suporte médico que podem ser decisivos numa altura em que a carência desses materiais é uma emergência dos serviços de saúde.

No final desta semana, a EDP conta ainda receber uma lista de material adquirida em parceria com o seu acionista China Three Gorges (CTG) que inclui 50 ventiladores, 200 monitores médicos e ainda consumíveis e materiais de suporte, num investimento total de 4 milhões de euros. Estes equipamentos foram entregues no último fim-de-semana na embaixada portuguesa em Pequim e deverão chegar a Lisboa na próxima sexta-feira, 3 de abril.