EDP comemora centenário da Central de La Malva com a presença do Rei de Espanha

notícias edp

ch_de_la_malva.jpg

EDP comemora centenário da Central de La Malva com a presença do Rei de Espanha

Sexta-feira 22, Setembro 2017
EDP Espanha
Geração de eletricidade
Central hidroelétrica

Comemoração dos 100 anos da histórica Central, reconhecida pela importância para o desenvolvimento das Astúrias e pela integração na natureza, aconteceu no dia 22 de setembro.

A EDP comemorou na sexta-feira, dia 22, o centenário de La Malva, a primeira grande central hidroelétrica das Astúrias que teve um papel determinante no desenvolvimento da região e que é reconhecida pela harmoniosa integração no Parque Natural de Somiedo. A cerimónia contou com a presença do Rei de Espanha, Felipe VI, que muito honradamente aceitou o convite para visitar o projeto e acionar as turbinas da central neste dia.

O evento contou ainda com a participação de Javier Fernández, Presidente do Governo do Principado de Astúrias, Álvaro Nadal, Ministro de Energia, Turismo e Agenda Digital de Espanha, António Mexia, Presidente Executivo do Grupo EDP, Manuel Menéndez, Presidente da EDP Espanha, e Miguel Stilwell de Andrade, Administrador-Delegado da EDP Espanha.

A Central de La Malva, que entrou em exploração em setembro de 1917, é ainda hoje um ícone. Além do contributo inegável que deu à região asturiana, alimentando o progresso da sua população e empresas, é o expoente máximo da simbiose com a natureza. Daí que, apesar das remodelações feitas no interior, a fachada da central tenha sido sempre mantida intacta.

La Malva é, aliás, uma das poucas centrais hidroelétricas do mundo a estar integrada numa Reserva Mundial da Biosfera, estatuto que foi atribuído ao Parque Natural de Somiedo no ano 2000. Uma das suas alas já foi, aliás, beneficiada para receber exposições permanentes.

Foi também esta central, projetada por Narciso Hernández Vaquero, que esteve na origem do nascimento da Hidrocantábrico, que a EDP adquiriu em 2001. E, apesar de hoje La Malva representar apenas 4% da energia produzida pelo Grupo em Espanha, mantém uma importância estrutural na sua operação.

A EDP é hoje um dos principais operadores do setor da energia na Península Ibérica, detendo em Espanha 11 centrais hidroelétricas e 50% da central de Saline, com uma potência instalada total de 433 MW. Com 1500 colaboradores e cerca de 10.000 postos de trabalho diretos e indiretos gerados no país, a EDP Espanha conta já com três milhões de clientes neste mercado.