new r&d

Duração    
60 meses
Orçamento
22.5 M€    
Cidades-piloto
Évora e Alkmaar
Cidades pós piloto
Granada, Bari, Celje, Ujpest, Ioannina, Hvidovre

Objetivos

O POCITYF é um projeto de cidades inteligentes e comunidades, cujo objetivo principal é criar um conjunto de Positive Energy Blocks – áreas geograficamente delimitadas com uma produção local renovável superior ao consumo, em termos de média anual – nas cidades-piloto de Évora (PT) e Alkmaar (NL) e respetivas cidades-seguidoras de Granada (ES), Bari (ΙΤ), Celje (SI), Ujpest (HU), Ioannina (GR) e Hvidovre (DK).

Com a implementação dos referidos Positive Energy Blocks, o POCITYF pretende transformar o tecido urbano dessas cidades, com enfoque nas áreas cultural e historicamente protegidas, em locais mais baratos, saudáveis, acessíveis e fiáveis para os seus cidadãos. Em última análise, melhorar a qualidade de vida das 7 cidades referidas, através de um modelo sustentável e centrado no cidadão.
 

Para tal, no decorrer do projeto será implementado um conjunto de 10 soluções integradas, abarcando 73 elementos individuais (tecnologias, ferramentas, métodos), interligados através das existentes Plataformas de Informação da Cidade. O projeto será desenvolvido através de 4 Energy Transition Tracks (ETT), nomeadamente:

  • ETT#1: transformação do edificado novo e existente em edifícios energeticamente positivos;
  • ETT#2: aplicação de estratégias que visam aumentar a flexibilidade da rede e dos edifícios, recorrendo, por exemplo, a sistemas de armazenamento de energia e esquemas de gestão da procura, com o intuito de aumentar o autoconsumo e operação da rede e otimizar fluxos de energia;
  • ETT#3: integração de mobilidade elétrica no planeamento ao nível da cidade, de forma a impulsionar a descarbonização do setor e reduzir o tráfego citadino;
  • ETT#4: funcionando como um facilitador dos restantes ETTs, o presente tem como objetivo oferecer serviços inclusivos de empoderamento do cidadão, assim como estratégias de cocriação de soluções com os principais stakeholders das cidades e indústria, conduzindo à criação de uma visão para 2050, específica a cada cidade.

De forma geral, o POCITYF irá dotar as infraestruturas, tecnologias e serviços (i.e., edifícios, rede, mobilidade elétrica) chave da cidade com camadas de inteligência, gizando o caminho para as tornar mais seguras, verdes e responsivas às necessidades contemporâneas dos seus cidadãos, tecido empresarial e outras organizações.

pocityf-edp-pt.jpg
Infografia_Pocityf_Mob_Pt

Destaques

  • Liderado pelo NEW R&D/EDP Labelec
  • Consórcio formado por 46 entidades provenientes de 13 países: Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, Grécia, Países Baixos, Eslovénia, Hungria, Dinamarca, Finlândia, Áustria, Bélgica e Suíça

 

Cidades

Nas cidades-piloto de:

  • Évora, Portugal
  • Alkmaar, Países Baixos

As 10 soluções integradas serão desenvolvidas, testadas e monitorizadas. Estas cidades atuarão como exemplo, ajudando as cidades seguintes a planear e iniciar a replicação das soluções perspetivadas.

As cidades seguintes são:

  • Granada, Espanha
  • Bari, Itália
  • Celje, Eslovénia
  • Ujpest, Hungria
  • Ioannina, Grécia
  • Hvidovre, Dinamarca

Parte das soluções testadas nas cidades-piloto serão replicadas, de acordo com os seus específicos contextos locais. Durante o decorrer do projeto, serão concebidos planos de replicação para este conjunto de cidades.

 

Âmbito do NEW R&D/EDP Labelec

Além do coordenador do projeto, o NEW R&D/EDP Labelec será também:

  • Um dos principais atores nas atividades de demonstração, relacionadas com a rede ou serviços energéticos, planeadas para a cidade de Évora, como por exemplo:
    • Integração de ferramentas na rede de distribuição;
    • Operação do mercado local de energia
    • Simulação da participação em mercado, através do uso de flexibilidade, dos edifícios pertencentes ao demonstrador português
  • O responsável pelo Work Package encarregue de promover a agregação e coordenação com outras iniciativas e projetos na área de cidades inteligentes
  • Um contribuidor ativo no definição inicial do framework do projeto, caracterizando os requisitos das soluções, estratégias de empoderamento do cidadão e modelos de negócio adaptados à economia circular e de partilha

 

Parcerias: