Política de Formação

princípios e políticas

Política de Formação

O desenvolvimento e atualização dos conhecimentos e competências individuais dos colaboradores são condição primordial para a respetiva satisfação e realização profissional.

São, por isso, fundamentais para a sustentação de uma organização empresarial inteligente, próspera, feliz e socialmente responsável.

A formação implica o compromisso e a empenhada conjugação de esforço dos vários intervenientes do Grupo.

A concretização desse compromisso assenta nos seguintes princípios:

  • Desenvolvimento Individual – Participação e empenho de todos na aquisição de competências individuais, tirando o melhor partido das oportunidades e meios disponíveis;
  • Responsabilidade da Organização – Responsabilidade pró-ativa de todos na organização do trabalho de forma a garantir disponibilidade no acesso à formação relevante para aquisição de competências;
  • Alinhamento com o Negócio – Disponibilização de processos e planos de formação adaptados às necessidades das Unidades de Negócio e em consonância com as linhas estratégicas do Grupo;
  • Gestão de Conhecimento – Maximização da riqueza humana na Organização;
  • Partilha com a Sociedade – Incentivo ao estabelecimento de relações de cooperação com as comunidades em que o Grupo se insere, visando a partilha de recursos, o aumento do conhecimento e a potenciação da inovação.
Esta política foi aprovada pelo Conselho de Administração Executivo da EDP- Energias de Portugal, S.A (CAE) em 19 de Dezembro de 2017.