Produção

a edp

Sector Energético

Com um portefólio global, a EDP tem um papel relevante no panorama do setor energético mundial. Conheça em detalhe cada uma das fases da Cadeia de Valor.

A Produção é a primeira atividade da cadeia de valor do setor elétrico. A EDP dedica-se à produção de eletricidade a partir de recursos energéticos de origem renovável, como a água, o vento e o sol, e de origem não renovável que provém essencialmente do carvão, gás natural, nuclear e cogeração.

A empresa é o maior produtor de electricidade em Portugal, o quarto maior em Espanha e o quinto maior operador privado no Brasil. No mercado eólico, a EDP Renováveis é um dos principais players mundiais.

A companhia está presente na atividade de produção em 12 geografias e, no final de 2016, tinha 25GW de capacidade instalada, 50% dos quais na Península Ibérica (excluindo a capacidade afeta à EDP Renováveis), 40% da EDP Renováveis e 10% no Brasil. A produção foi feita maioritariamente através de fontes de energia renovável (65%).
A EDP Renováveis opera na Europa, América do Norte e Brasil.

Na Europa, tem parques eólicos em Portugal (onde é o principal operador, com mais de 1,3GW instalados), Espanha (2,2GW), França, Polónia, Roménia, Bélgica e Itália e projecto no Reino Unido. Na América do Norte, a EDP Renováveis está presente em três países: EUA, Canadá e México. Em termos de energia solar a EDP R está presente em 3 países – Portugal, Roménia e EUA, com um total de 82MW instalados.

Devido aos impactes nas alterações climáticas e aos protocolos mundiais firmados para combater essas alterações, as fontes renováveis têm ganho um peso significativo nas últimas décadas, e são as mais utilizadas pela EDP.

A estratégia definida pela EDP para o negócio da produção de eletricidade passa pela execução do plano de investimento hídrico atualmente em curso em Portugal e pela criação de oportunidades de crescimento centradas quer no domínio da EDP Renováveis, quer na análise seletiva de oportunidades de expansão internacional.

Em paralelo com a categorização da produção por fontes de energia, importa também distinguir a produção em regime ordinário da produção em regime especial. Em traços gerais, a produção em regime ordinário tem por base fontes de origem térmica ou grandes centrais hídricas e a produção em regime especial é feita através de mini-hídricas, outras fontes de energia renovável ou cogeração.

Em termos de enquadramento regulatório do setor, há especificações diferentes consoante o mercado em questão, e mecanismos distintos de remuneração nos diferentes países em que a EDP opera.

Conheça melhor estes mercados nos portais de cada uma das empresas.

Histórias relacionadas