princípios e políticas
Política de Ambiente

A EDP assume o Ambiente como um elemento estratégico de gestão, visando reduzir os impactos da sua atividade através de um conjunto de compromissos que assegurem a implementação e a manutenção de sistemas de gestão ambiental adequados e eficazes, tendo por propósito último o Desenvolvimento Sustentável, a saber:

  1. Proteger o Ambiente nas suas diferentes componentes e integrá-lo nos processos de decisão considerando, sempre que possível, uma perspetiva de ciclo de vida
  2. Mitigar o impacto ambiental, em todas as fases dos processos de tomada de decisão, privilegiando a hierarquia de mitigação
  3. Gerir adequadamente o risco ambiental, em particular a prevenção da poluição e a resposta à emergência em situação de acidente e/ou catástrofe
  4. Promover a melhoria contínua nos processos, práticas e desempenho ambiental, estimulando o I&D + Inovação no quadro dos objetivos ambientais estabelecidos
  5. Cumprir e respeitar a legislação ambiental aplicável, bem como outras obrigações voluntariamente assumidas
  6. Ter em conta as expectativas das principais partes interessadas na tomada de decisão
  7. Alargar a gestão e a melhoria do desempenho ambiental à cadeia de valor
  8. Comunicar o desempenho, no quadro dos seus princípios éticos, de forma regular e transparente, assegurando equilíbrio, compreensão e acessibilidade pelas partes interessadas
  9. Capacitar e consciencializar para a melhoria do desempenho ambiental individual e coletivo

Com base nas prioridades estratégicas do Grupo, a EDP assume ainda compromissos específicos complementares aos pontos anteriores, nos seguintes domínios ambientais:

Clima

Contribuir para a descarbonização fornecendo progressivamente soluções energéticas de baixo carbono, nomeadamente através de:

  • Aumento do portfolio renovável
  • Promoção da eficiência energética interna junto dos fornecedores e no consumo final
  • Disponibilização de produtos e serviços de baixo carbono aos seus clientes

Uso Sustentável de Recursos Naturais

Promover uma utilização eficiente dos recursos naturais nas suas atividades, no quadro de uma economia circular, em particular:

  • No uso e gestão sustentável da água em todos os processos, operações e instalações
  • Na consideração dos aspetos ambientais ao longo do ciclo de vida dos produtos e serviços

Biodiversidade

  • Contribuir para evitar ou reduzir a perda de biodiversidade, privilegiando uma gestão dinâmica, abrangente, localmente participada e de visão de longo prazo, ambicionando um balanço globalmente positivo
  • Contribuir para aprofundar o conhecimento científico sobre os diferentes aspetos da biodiversidade, designadamente através do estabelecimento de parcerias

 

Aprovado pelo Conselho de Administração Executivo em 30 de janeiro de 2018.