EDP emite instrumentos representativos de dívida green subordinada

comunicados EDP

EDP emite instrumentos representativos de dívida green subordinada

Quarta-feira 23, Janeiro 2019

EDP emite instrumentos representativos de dívida green subordinada no montante de €1.000 milhões

Nos termos e para os efeitos do disposto no artigo 17º do Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho e do artigo 248º-A do Código dos Valores Mobiliários, a EDP – Energias de Portugal, S.A. (“EDP”) vem prestar a seguinte informação ao mercado e ao público em geral:

A EDP fixou hoje o preço e cupão de uma emissão de instrumentos representativos de dívida subordinada no montante de € 1.000 milhões, com primeira opção de compra exercível pela EDP cinco anos após a emissão, vencimento em Abril de 2079 e uma yield de 4,5% até à primeira data de reset a ocorrer 5 anos e 3 meses após a emissão (“Notes”).

Os instrumentos são não-garantidos (unsecured), sénior apenas relativamente às acções ordinárias da EDP e subordinados às suas obrigações de dívida sénior. Entre as características principais da emissão está a opção de diferir o pagamento de juros, a qual é cumulativa e capitalizável, e está sujeita a eventos de pagamento obrigatório. O cupão está sujeito a revisões em datas pré-definidas e de acordo com regras também pré-definidas nos termos da emissão.

Será solicitada a admissão das Notes à cotação oficial na Euronext Dublin. Esta emissão destina-se ao financiamento ou refinanciamento, no todo ou em parte, do portfolio de projectos Green elegíveis do grupo EDP, que consiste em projectos renováveis – eólicos e solares – da EDP Renováveis, tal como definido no Green Bond Framework da EDP, disponível no website da empresa. Esta emissão permite alongar a vida média da dívida do grupo EDP, melhorar as suas métricas de crédito e reforçar a flexibilidade financeira.

Nesta transacção, o Deutsche Bank actuou como Banco Estruturador e, juntamente com o Barclays, Crédit Agricole, HSBC, MUFG, NatWest Markets, Santander e UniCredit, como Joint-Lead Managers e Joint-Bookrunners.

EDP – Energias de Portugal, S.A.