edp news
sunseap

EDP reforça presença na região da Ásia-Pacífico com investimento no grupo Sunseap

Quarta-feira 03, Novembro 2021
Atividade corporativa
Internacional
Energias renováveis

EDPR adquiriu participação de 87,4% na empresa de Singapura, o maior operador de energia solar distribuída e o quatro maior produtor de energia solar do Sudeste Asiático. Acordo ascende a um total de 600 milhões de euros, valorizando a Sunseap em 870 milhões, e permite à EDPR estabelecer a presença na região com uma carteira em diferentes fases de desenvolvimento, nomeadamente 5,5 GW de projetos renováveis.

A EDP, através da EDP Renováveis, quarto maior produtor mundial de energia renovável, chegou a acordo para adquirir uma participação de 87,4% na Sunseap, o maior operador de energia solar distribuída e o quarto maior operador de energia solar do Sudeste Asiático. Entre a assinatura e o fecho da operação, a EDPR poderá aumentar a sua participação para 91,4%.

A transação foi alcançada através de um acordo com os principais acionistas da Sunseap num valor total de 600 milhões de euros, o que representa uma valorização da empresa de Singapura em 870 milhões de euros. A celebração da transação está sujeita a condições regulatórias e às habituais condições precedentes.

“Estamos muito satisfeitos por estabelecer uma parceria com a Sunseap para os mercados asiáticos, criando uma nova plataforma regional e transformando a EDP R num operador verdadeiramente global na área das renováveis. A estratégia e a visão da Sunseap adequam-se perfeitamente ao papel de liderança da EDP no âmbito da transição energética em curso e o seu know-how e track-record na Ásia, em conjunto com a escala e a experiência tecnológica da EDP R, vão permitir-nos explorar plenamente o potencial desses mercados”, afirma Miguel Stilwell d'Andrade, CEO da EDP e da EDP Renováveis.

Esta aquisição irá reforçar ainda mais a posição de liderança global da EDPR enquanto plataforma de energias renováveis para explorar o crescimento na Ásia-Pacífico (APAC) através de um operador fulcral como a Sunseap, que é totalmente complementar à pegada da EDPR, geográfica e tecnologicamente.

A Sunseap é um operador de energia solar com sede em Singapura e mais de 400 trabalhadores espalhados por nove mercados: Singapura, Vietname, Malásia, Indonésia, Tailândia, Camboja, China, Japão e Taiwan.

A empresa opera em toda a cadeia de valor de energia solar através de um modelo de construção próprio e operacional para projetos solares fotovoltaicos desenvolvidos em telhados, em superfícies terrestres e flutuantes, com um modelo de negócio centrado em contratos a longo prazo e de baixo risco com contrapartes credíveis e relações duradouras com os clientes.

A carteira da Sunseap inclui 5,5 GW de projetos renováveis em diferentes fases de desenvolvimento: projetos solares de 540 MW em operação e em construção, 127 MW de nova capacidade assegurada e uma carteira de 4,8 GW em diferentes fases de desenvolvimento.

O Credit Suisse atuou como assessor financeiro exclusivo da EDPR nesta operação, enquanto a Baker McKenzie Wong & Leow atuou como assessor legal.

Adequação perfeita às ambições da EDPR na APAC

A Sunseap é totalmente complementar à EDP R, geográfica e tecnologicamente, e permitirá à empresa reforçar sua liderança global em todos os mercados chave nas renováveis. Com esta aquisição, a EDPR passa a estar ligada a mercados com crescimentos acima de 200GW/ano nas renováveis e que representam cerca de 75% dos aumentos globais de capacidade previstos nesta área entre 2020 e 2030.

Esta transação permite também à EDPR estabelecer a sua presença na APAC com uma carteira considerável e uma equipa de desenvolvimento experiente, proporcionando uma plataforma de crescimento na região.

A APAC tem 4,4 mil milhões de habitantes com uma procura crescente de energia graças ao sólido crescimento económico, à rápida urbanização e industrialização, e ao aumento da população. Os mercados de energia em toda a região da APAC geram mais de metade da eletricidade do mundo e dependem fortemente do combustível importado.

A APAC é um mercado-chave para o crescimento de energias renováveis, representando ~55% das adições globais de capacidade previstas para 2020-30 e com a energia solar a representar 65% do crescimento estimado para a região. Esta tendência deve-se também ao forte impulso para a transição energética, tendo os governos da China, Japão e Coreia do Sul assumido recentemente compromissos de neutralidade carbónica (para 2060, 2050 e 2050, respetivamente).

O estabelecimento da plataforma na APAC insere-se no contexto do Plano de Negócios da EDPR para 2021-25, que prevê um investimento de cerca de 1,4GW noutras geografias dentro do plano de crescimento de 20 GW até 2025, reforçando ainda mais a posição de liderança mundial da empresa no setor das energias renováveis. Depois da operação, a EDPR estará presente em 25 mercados internacionais.

O primeiro passo para a concretização deste compromisso para com a região asiática aconteceu no passado mês de junho com a entrada da EDPR no Vietname através de um acordo com a Trina Solar, o líder mundial em soluções fotovoltaicas e de energia inteligente.