edp news

EDP investe 3 milhões em empresa para expansão na Nigéria

Segunda-Feira 23, Dezembro 2019
Media

Investimento garante participação na Rensource, que desenvolve sistemas descentralizados de energia solar para pequenas e micro-empresas. Plano reforça estratégia para alargar acesso a energia sustentável no continente africano.

A EDP Renováveis vai investir 3 milhões de dólares na Rensource, empresa que desenvolve e gere sistemas descentralizados de energia solar, com o objetivo de apoiar a sua expansão na Nigéria. Com este investimento, a EDP reforça a estratégia do grupo no âmbito do acesso universal a energia sustentável, que tem sido promovido através da área de A2E (Access to Energy).

A Rensource, criada em 2015 nos EUA e em operação na Nigéria desde 2016, é uma empresa especializada em implementar e gerir sistemas descentralizados alimentados a energia solar – esses sistemas permitem a geração e distribuição de eletricidade, bem como a comercialização de serviços de energia nas diferentes comunidades em que está presente. A empresa já mantém atividade em 7 estados do país, especialmente junto de pequenas e micro-empresas locais, e conta com mais de 200 colaboradores.

Este investimento de 3 milhões de dólares (cerca de 2,6 milhões de euros) – que resultou de uma ronda de financiamento participada pela EDP Renováveis e outros investidores internacionais, como a CRE Ventures, Omidyar Network, Inspired Evolution, Proparco, I&P, Sin Capital e Yuzura Honda – irá permitir à EDP Renováveis participar no maior mercado de Africa. O objetivo passa agora por apoiar a expansão da atividade da empresa na Nigéria, foco inicial da estratégia da Rensource, e levar soluções de energia sustentável e de baixo custo a mais comunidades.

“Há muito que a EDP assumiu o compromisso de apoiar soluções que promovam o acesso universal a energia limpa de uma forma sustentável, especialmente em comunidades mais desfavorecidas ou em desenvolvimento”, reforça o presidente executivo da EDP, António Mexia. “O projecto da Rensource traduz esta nossa ambição ao desenvolver sistemas que apoiam uma transição energética justa, potenciando o crescimento e sustentabilidade da economia local através do acesso a energias renováveis.”

Com este novo investimento, a EDP mantém-se em linha com a estratégia definida para a área de A2E, na qual se comprometeu a aplicar 12 milhões de euros até 2020, com o objetivo de impactar 200 mil pessoas, essencialmente em países em desenvolvimento. Além da promoção de energia sustentável para todos, esta estratégia permite à EDP tornar-se um operador A2E com relevância em mercados emergentes.

A este compromisso junta-se ainda o investimento de um milhão de euros em atividades de responsabilidade social que, através de um fundo filantrópico, visa diminuir a exclusão elétrica que ainda atinge perto de mil milhões de pessoas.

Ambições que estão alinhadas com o próprio plano de crescimento da Rensource. Ademola Adesina, fundador e presidente executivo da Rensource acredita que as infraestruturas de energia mais verdes e descentralizadas são a única forma de a Nigéria sair do atual estado de pobreza energética em que se encontra. O responsável acrescenta que perseguir este desafio com um foco nos milhões de pequenos negócios que dinamizam a economia nigeriana cria um efeito multiplicador massivo que beneficia todos. “A entrada no O2O (offline to online) é um passo natural que aproveita a infraestrutura existente da Rensource para capacitar ainda mais os comerciantes que servimos. O nosso objetivo é conectar 500 mil comerciantes nos próximos cinco anos e, neste contexto, damos as boas vindas à EDPR para procurarmos, em conjunto, atingir os nossos objetivos.”